quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Tribunal de Justiça do RS visualiza processos com soluções Maven

Tribunal de Justiça do RS implanta visualizador de processos com soluções Maven

Aumentar o nível de automatização dos procedimentos já existentes. Segundo o Diretor do Departamento de Informática do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Luis Felipe Schneider, é com esse intuito que a Administração do TJRS está adotando práticas mais efetivas para a implantação do processo eletrônico no âmbito do Judiciário Estadual.


Em solenidade realizada em dezembro de 2011, o então Presidente do TJRS, Desembargador Leo Lima, lançou oficialmente o processo eletrônico na Justiça Estadual.
O projeto, que faz parte do Programa de Virtualização iniciado em 2011, tem como objetivo a redução no tempo gasto para o trâmite processual.


O processo judicial eletrônico, tal como o processo judicial tradicional, em papel, é um instrumento utilizado para chegar a um fim: a decisão judicial definitiva capaz de resolver um conflito. A grande diferença entre um e outro é que o eletrônico tem a potencialidade de reduzir o tempo para se chegar à decisão.

O MavenDoc da gaúcha Maven Inventing Solutions é um sistema de visualização capaz de converter, indexar, tornar acessível com alto desempenho e manter a cultura de visualização de um processo físico na tela do computador como se o leitor estivesse com ele em mãos.


Sendo uma solução customizável, a Maven adaptou o sistema para atender as necessidades de negócio do projeto de virtualização, criando novas funcionalidades e alterações visuais.

A versão para iPad, por exemplo, permite que o servidor público consiga folhear as páginas de um processo como se fosse um ebook, bastando "passar o dedo" na tela do dispositivo da Apple. O mesmo recurso foi implantado para exibição de processos em iPhone, Android e demais dispositivos móveis.






Com a total implantação do processo eletrônico projeta-se que a preservação ambiental anual será de aproximadamente 3 bilhões de folhas, evitando-se a derrubada de 400 mil árvores. A economia de energia que seria utilizada para a fabricação dessas folhas equivalerá ao abastecimento de mais de 36 mil residências e evitará a emissão de gás carbônico de aproximadamente 5 mil carros.




O projeto teve duração de 30 dias e contou com a cooperação total da qualificada equipe técnica do TJRS. Sendo executado em Tomcat com Oracle, a implantação da solução tem também como objetivo reduzir o uso da rede para download excessivo de documentos dos processos, disponíveis hoje apenas em formato PDF.

O MavenDoc é um produto da Maven Inventing Solutions, utilizado hoje por diversos jornais e revistas de todo o país, com diversas integrações com sistemas de assinantes e portais.


Fontes de dados:

Links de referência: