quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Formato de jornais

Conhecemos este excelente blog sobre diagramação e jornais http://diagramaacao.blogspot.com.br/ e uma matéria interessante sobre os formatos de diagramação de jornais. Para que utiliza as ferramentas Maven e quer saber um pouco mais recomendamos seguir este blog.

Segue abaixo um breve descritivo dos variados formatos de jornais entre eles o Standart, Tabloíde e o Germânico. Lembrando que todos os formatos sofrem mudanças principalmente sobre a área de mancha, por isso é sempre bom seguir as orientações da gráfica.


STANDART
Medida largamente utilizada pelos jornais de maior circulação nacional, em função do aproveitamento máximo da área de chapa das offset . Nesse formato, a mancha gráfica da página mede 52,5 por 29,7 centímetros. A área total de papel depois de impresso é de 56 por 32 centímetros. Para a confecção, é necessário equipamento de impressão rotativo , disponível em grande editora e parque gráfico de jornais diários e periódicos de grande circulação. O formato Standard assim como o tablóide segue a diagramação modular que mescla a distribuição vertical com a distribuição horizontal das matérias em busca de um layout de página dinâmico e atraente para o leitor.




Aspectos positivos – O espaço disponível é amplo e requer bastante texto para o fechamento das páginas. Em termos comerciais agrada muito pela imponência do formato e pode ser dividido em cadernos que serão encartados um a um no primeiro corpo do jornal.

Aspectos negativos – Só pode ser impresso em editoras de grande porte; devido seu tamanho físico, seu manuseio se torna difícil em locais pequenos, ex: ônibus, tem um alto custo de postagem via Correio e requer muito assunto para não se tornar uma miscelânea de conteúdos. Cada caderno fica limitado à capacidade da empresa gráfica escolhida para a produção.
------------------------------------------------------------------------------------------

Tablóide
Este formato é resultado da divisão do formato standard em duas partes, ou seja é a metade do formato. Cada página possui uma mancha gráfica de 26,5 centímetros horizontais por 29,7 centímetros verticais. , embora, encontrarmos algumas variações de formato como: 28 X 38 cm, 29 x 40 cm O papel total de duas páginas impressas é de 56 por 32 centímetros, o mesmo que uma única página standard impressa. O formato assume um aspecto cômodo, inclusive para encartes especiais ou cadernos suplementares de um formato standard, pelo encaixe perfeito entre os cadernos principais do jornal.



Aspectos positivos – Esse formato é ideal para encarte. É fácil de “fechar”, na hora da diagramação, com conteúdos variados ou de mesma natureza. Além disso, pode ser impresso em gráficas de pequeno ou de médio porte, e seu custo para postagem via correios é inferior ao standard, considerando o volume de sua massa física. Por se tratar da metade do formato standard, o manuseio, por parte do leitor, se torna bem mais fácil em diversas situações, inclusive dentro de um ônibus ou em filas de espera; a leitura é fácil.

Aspectos negativos - O formato da mancha gráfica não combina bem com textos longos e muitos argumentos visuais, como tabelas explicativas e ilustrações gráficas. Só pode ser produzido em um caderno, já que dois cadernos seriam o mesmo que dois volumes soltos e caso o caderno do tablóide seja introduzido no corpo geral de um outro tablóide, haverá uma interrupção na estrutura editorial das outras seções. Mas tudo isso pode ser resolvido de acordo com a criatividade do diagramador.

--------------------------------------------------------------------------------
Germânico (Francês)
Um pouco mais alto que o tablóide, sua utilização vem crescendo em meio a outros formatos, é uma opção interessante, por ser um formato de baixo custo e grande aproveitamento de área de impressão em equipamentos offset plana. A mancha gráfica é de 43 por 29,7 centímetros, e a área total de papel de cada página fica com 46 por 32 centímetros de largura. A mancha gráfica ainda pode ocupar todo o papel, sem prejudicar a impressão.



Aspectos positivos – Pode ser impresso em vários tipos de papel, desde o couché , passando pelo sulfite ou até mesmo o papel jornal. As indústrias de celulose dispõem de dezenas de alternativas de papel, que podem produzir um produto final das mais variadas qualidades. As alterações nos custos de impressão, quando se opta por um material alternativo, constituem grandes diferenças orçamentárias, desde que se respeite o total aproveitamento da área impressa
Aspectos negativos – Seu produto final também é dobrado ao meio, o que eleva os custos de postagem e dificulta o manuseio. Formato pouco utilizado pelas empresas de publicidade. A divisão da centimetragem pode causar transtornos na hora de receber uma mídia com tamanhos oficiais. Geralmente as tabelas das agências trabalham com os formatos standard e tablóide. Portanto, não é recomendável para jornais diários ou periódicos comerciais.
-------------------------------------------------------------------------------------

Formato Berliner
Berlinense, também conhecido como Berliner ou midi, é um formato de jornal com páginas que normalmente medem 470 × 315 milímetros, ou seja, ligeiramente maior do que o formato tabloide/compacto . Esse formato é usado em vários diários europeus, incluindo o Le Monde, na França, e o La Repubblica, na Itália. O jornal The Guardian, do Reino Unido, adoptou esse formato em Setembro de 2005.